Grécia pela Team LIVE! Júlia Tibério

Um paraíso na Grécia (ainda) pouco descoberto

Eu nunca tinha ouvido falar de Patmos até o dia em que meu namorado me disse que iríamos para lá nas próximas férias. Quando busquei no Google para saber mais, fiquei encantada com as paisagens, a cor do mar – óbvio!, e as construções branquinhas (sempre foi meu sonho conhecer a Grécia, mas achava que o primeiro destino seria Mykonos ou Santorini, algo mais convencional). Nessa mesma busca, outra coisa que me chamou a atenção foi a descoberta de que foi em Patmos que São João (apóstolo favorito de Jesus) se exilou após a sua morte e onde também teve a visão do apocalipse – crenças à parte, isso é muito incrível, né? Pelo menos para quem, como eu, gosta muito de história.

Julia Tibério e LIVE! na Grécia (Clique na foto para comprar o vestido!)

Alguns meses depois, desembarcamos na ilha (após pegar um voo de Roma a Kós e um ferry de Kós a Patmos) eu, meu namorado e alguns amigos. Foi uma semana maravilhosa em meio a paisagens de tirar o fôlego, com culinária deliciosa, pessoas bem receptivas e história. Patmos não tem o agito de Mykonos ou o pôr-do-sol conhecido de Santorini, mas não podia esperar nada melhor da minha primeira vez na Grécia.

Para quem se animar a visitar essa ilha encantada, deixo aqui as minhas dicas:

Praias:

Petra Beach

A mais confortável da ilha e perfeita para quem quer curtir dias de relax. O mar é calmo e um bar de praia oferece espreguiçadeiras, guardas-sóis e uma ótima estrutura. Lá ainda é possível pedir bebidas, saladas, iogurte grego, e tábuas de frios.

Psilli Ammos

É conhecida como a mais bonita da ilha, mas o acesso é difícil. Prepare-se para uma espécie de trilha, de mais ou menos meia hora, entre morros áridos. No caminho, vistas incríveis e cabras (sim, a ilha está cheia delas) fazem as subidas valerem a pena. À beira mar o visual é primoroso, uma mistura de água cristalina, areia clara e árvores robustas. O restaurante da praia também é delicioso e extremamente barato.

Restaurantes:

Pleiades Bar e Restaurante

O meu favorito de Patmos! Além de ficar no topo da ilha e ter vista para o oceano, tem ainda uma piscina – providencial para dias em que o termômetro marca 35 graus. A comida é deliciosa, bem temperada e típica, e os drinks também são show.

Jimmy’s Balcony

É de um senhor grego que fala diversas línguas e conta histórias mil aos clientes que vão jantar ali. O restaurante também tem vista lindíssima (aliás, quase todos os lugares tem) e serve pratos de dar água na boca. Destaque para o queijo feta envolto em massa folhada e servido com mel, os croquetes de polvo e o peixe do dia feito em crosta de sal.

Programas:

Passeio por Chora

A cidade mais charmosa da ilha! – que apesar de se chamar cidade é menor do que um bairro. As lojinhas roupas e joias típicas, louças e souvenirs são recheadas de coisas diferentes e preciosas. É difícil sair dali sem gastar alguns euros. Na pracinha, cafés, bares e restaurantes aconchegantes também são boa pedida – não importa a hora do dia.

Cova de São João

Uma espécie de caverna onde dizem que São João recebeu a visão do apocalipse – dá pra ver, inclusive, a posição de seu corpo quando tudo aconteceu. É um passeio rápido e curioso.

Porto de Skala

Skala é a maior cidade de Patmos, onde está o porto da ilha e passear por ali também é um programa delicioso. Pare para tomar um sorvete enquanto observa vitrines e/ou barcos indo e vindo no oceano.

Monastério de São João

Foi lá que São João viveu quando se exilou em Patmos. Hoje, o monastério recebe centenas de visitantes. Seu pátio é simples e lindo, com paredes brancas e cheias de flores coloridas, as portas são de madeira e a igreja é pequena, mas bastante trabalhada. Nos andares superiores fica um museu, que abriga basicamente obras sacras e escrituras do império bizantino – entre elas, manuscritos da Bíblia que datam dos anos 600. É bem legal!

Team LIVE!

Written by

1 comment / Add your comment below

Deixe uma resposta